A sua empresa tem motoristas? Errado! Ela tem Profissionais do volante.

É importante aprendermos a diferenciar o profissional do volante de um motorista. Mesmo sendo atividades bem próximas uma da outra, basta um pouco de atenção para entendermos suas distinções. Enquanto o motorista, em geral, utiliza seu carro de passeio para se locomover entre um local e outro, o profissional do volante trabalha transportando muitas pessoas, portanto deve fazer o trajeto com ainda mais segurança para proteger as vidas que estão no veículo.

É claro que, em ambos os casos precisam de atenção na direção, mas é possível notar que o peso da responsabilidade de quem conduz um veículo profissionalmente é muito maior. Conduzir um carro por diversão ou rotina não é o mesmo que dirigir um veículo enquanto se está trabalhando. Como toda função, para ser motorista é necessário dedicação, cuidado e preparação para assumir as responsabilidades do cargo, e por isso a comparação entre as atividades é muito necessária.

Engana-se quem pensa que dirigir um veículo é uma tarefa fácil. O motorista profissional precisa ter em seus atributos a facilidade de concentração, raciocínio rápido, senso de vigília e sentidos como visão e audição bem apurados. Além disso, precisa saber lidar com a exaustão física, dependendo da sua carga horária. O conhecimento dos esforços desses profissionais é essencial para empresas que precisam desses serviços.

Quando escolhe-se um motorista profissional para fazer parte da sua equipe é preciso saber que ele vai ser responsável pelo veículo que dirigirá e também pelas vidas que transportará. Por isso, é muito importante buscar pessoas com boas qualificações e recomendações. Além do candidato possuir a carteira de habilitação correspondente ao veículo que conduzirá, é igualmente necessário possuir bons conhecimentos sobre leis de trânsito. Se o profissional do volante irá lidar diretamente com pessoas é muito importante buscar um perfil mais equilibrado e que passe antes por um curso específico para transporte de passageiros.

É essencial manter uma relação transparente com os profissionais selecionados para compor a equipe de condutores da sua empresa. Essa aproximação é extremamente importante para evitar e controlar dificuldades recorrentes que abalam aos motoristas profissionais, como a dependência do álcool e outras drogas devido a problemas externos. Segundo pesquisas da USP, 15% dos trabalhadores são dependentes de bebidas alcoólicas. Isso demonstra que as empresas precisam estar preparadas para lidar com esse tipo de adversidade, orientando e ajudando o profissional sempre que possível.

Manter contato e promover a motivação dos seus funcionários é um passo muito grande e necessário para reforçar a importância dos motoristas profissionais na sociedade. Para isso, foi criado, pela Qualinvest, o Programa de Redução de Acidentes de Trânsito (PRAT), que promove palestras, reuniões e treinamentos para manter a qualidade e o conforto das viagens para as empresas de transportes de passageiros. Com linguagem acessível, esse programa leva conhecimento aos profissionais que estão encarregados de conduzir os veículos, conscientizando sobre a prevenção de acidentes, e também fala diretamente com os empresariados, levantando a responsabilidade civil da empresa e fazendo o levantamento prévio dos danos que sua frota pode sofrer.

Saiba mais sobre a nossa assessoria, clicando aqui.